sábado, 22 de maio de 2010

Rock News: Fanáticos religiosos prometem manifestação no memorial a Dio

Fiéis de uma igreja no Kansas, nos Estados Unidos, prometem fazer uma manifestação no memorial público em homenagem ao falecido vocalista Ronnie James Dio, no próximo dia 30 de maio, em Forest Lawn, Hollywood. A Igreja Batista Westboro é conhecida nos Estados Unidos por seu ódio e militância contra homossexuais, entre outras ações de intolerância.

No site oficial da igreja, Godhatesfags.com - “deus odeia bichas”, em português - é possível encontrar na agenda de manifestações a convocação para um piquete no evento que pretende homenagear e dar o último adeus a um dos maiores cantores da música mundial.

“Piquete no memorial público para lembrar aos adoradores da antiga serpente, satanás, que seu tempo é muito curto”, diz o início da mensagem. “Vocês sabem que Ronnie James Dio, 67 anos, cultuador de Satanás (ou pelo menos um de seus facilitadores), está morto, certo? Nós estaremos lá”.

Na mesma mensagem publicada no site cheio de textos ignorantes e preconceituosos, os fiéis da tal igreja fazem uma lista dos ‘pecados’ cometidos por Dio.

“1 - Ele odeia o seu próximo(s), começando por Ozzy Osbourne e continuando até a sua sobrinha, a estrela pornô Gen Padova;

2 - Ele odeia a Deus. Preste atenção especial ao fato de que ele mudou seu nome original de Padova para Dio, que significa Deus em italiano;

3 - Ronnie, o simplório incentivador e encorajador de feitiçarias: tudo o que ele estava ligado, incluindo a coisa com o dedo em chifre (ele herdou isso de sua mãe, que é um encantamento para afastar o "olho do mau"), as drogas, a carne crua e sangrenta, e sua comunhão com aqueles bizarros membros da banda que usam colares de pentagramas”.
fonte: Rock Online


Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace

...mandou bem John!

Um comentário:

Ricardo Mann disse...

Há de tudo nesse meio evangélico. Desde os templos mais "tolerantes" que casam homossexuais até esses radicais que estão mais para "seita" do que igreja. Não é de hoje que nossos ídolos roqueiros são alvo desses fanáticos. É só ignorá-los...